CIA DA NOTÍCIA

2ª Jornada Espírita com palestra musical no Porto da Esperança

Aberta ao público em geral tem início na próxima sexta-feira (30), a partir das 19h45, no Instituto de Cultura Espírita de Itabuna (ICEI), localizado a Rua Allan Kardec, 101, Jardim Italamar, a 2ª Jornada Espírita promovida pelo Centro Espírita Porto da Esperança de Itabuna, com o tema: “Em busca da Iluminação Interior”.

A programação prevê na abertura, homenagem a Waldir Montalvão de Souza, fundadora do Centro. Em Seguida, às 20 horas: palestra musical “Comunhão Íntima com Deus”, com Margarete Áquila.

No dia seguinte, 1º de outubro, às 14 horas, o evento tem sequência com a oficina: “Doenças emocionais e físicas x Doenças do Espírito”, com Margarete Áquila.

Além do ICEI, apoiam o evento: a Federação Espírita do Estado da Bahia-FEEB, Anna Vest, Consultório Odontológico Volte a Sorrir, Itabuna Palace, Pope Modas, Mania de Você, Armazém Itabuna, Shalon Collecttion e a Tropical Móveis.

Quem é – Paulista de Santo André, Margarete Áquila atua profissionalmente como terapeuta em psicanálise e cantora. Há 16 anos desenvolve seu trabalho musical para relaxamento, elevação da alma e autoconhecimento. Gravou oito CD ́s e dois DVD ́s.

Formada em Psicanálise pelo Instituto de Trilogia Analítica do Dr. Norberto Keppe, hipnose clínica pelo Instituto Interamericano de hipnose, Matemática e Informática. Pós-graduada em “Gerenciamento de sistemas” e “Sistemas de informações”. Atua como pesquisadora e palestrante de estudos metafísicos, da Doutrina Espírita, física quântica e autoconhecimento, em Casas Espíritas e em Congressos científicos, ufológicos com pesquisa psíquica em casos de abdução, no Brasil e no exterior.

Com a comercialização de seus CDs e DVDs ela auxilia em projetos sociais para moradores de rua e comunidades carentes. Para maiores informações: Site: www.margareteaquila.com.br

UFSB publica Edital para Programa de Mestrado e Doutorado

A UFSB publicou o Edital para Processo Seletivo de aluno regular para preenchimento de vagas no programa de Pós-Graduação em Estado e Sociedade. São, ao todo, oferecidas 32 vagas, sendo 19 para Mestrado e 13 para Doutorado.

Poderão se inscrever para a seleção de Mestrado os/as portadores/as de diploma de cursos superiores reconhecidos pelo MEC. Para o Doutorado, além do Diploma de Graduação, será exigido o diploma de Mestrado reconhecidos pela Capes.

As inscrições serão realizadas exclusivamente por meio eletrônico, no endereço http://ufsb.edu.br/ppges-2, das 08:00 do dia 24 de outubro de 2016 às 23h59min do dia 7 de novembro de 2016, horário local, devendo todos os documentos solicitados serem anexados no formato PDF.

O/a candidato/a deverá preencher a ficha de Inscrição disponível na página do PPGES, especificando o nível, Mestrado ou Doutorado, e a Linha de Pesquisa pretendidos, observando os procedimentos padrão e incluindo a documentação constante no Edital.

O processo seletivo ocorrerá em duas etapas: a primeira, no dia 05 de dezembro, será uma prova escrita de caráter eliminatório e classificatório. Já a segunda, acontecerá nos dias 12 e 13 de dezembro e será uma prova oral, também de caráter eliminatório e classificatório. Essa fase inclui defesa e arguição em relação ao Plano de Trabalho ou Projeto de Pesquisa apresentado pelo/a candidato/a, vocação, interesse e disponibilidade para a pesquisa, além de avaliação de trajetória acadêmica e profissional registrada no Curriculum Lattes.

O resultado final tem previsão para ser divulgado dia 16 de dezembro e as matrículas, em janeiro, em data ainda a ser definida. O início das aulas está previsto para acontecer dia 30 de janeiro de 2017 e ocorrerão no campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro.
Para mais informações, acesse o Edital PPGES nº 01/2016 no site da UFSB. Caso ainda possua dúvidas, entre em contato através do e-mail ppges@ufsb.edu.br

João Rosário participa de campeonato de kettlebell em Salvador

João Rosário

João Rosário

O coach da Brutal Strength and Conditioning, João Rosário, participa neste sábado (3) do Campeonato L3 de Kettlebell Lifting, no Clube Costa Verde em Salvador. Além de acompanhar a prova da atleta Priscila Beck, ele vai disputar a prova Long Cycle com dois kettlebells de 20 kg.

No dia 17 de setembro Rosário retorna à Salvador para ministrar curso de Kettlebell Sport para professores de educação física, atletas e praticantes. E em 23 de setembro será a vez do sul da Bahia participar da palestra de João Rosário em Canavieiras, onde ele compartilhará sua experiência com professores de educação física e comunidade no auditório Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães.

No dia seguinte (24) ele ministrará o módulo 1 da certificação profissional em Kettlebell Training na academia Master, também em Canavieiras. E ainda no Sul da Bahia, ministra curso em Itabuna no mês de outubro. Referência no Brasil em kettlebell e coach de atletas de destaque no kettlebell sport e MMA, Rosário viaja pelo Brasil ministrando cursos de formação, workshops, além do envio semanal de planilhas de treino para alunos e atletas de outros estados.

Em novembro, ele ministra cursos no eixo sudeste-sul, nas cidades de São Caetano do Sul-SP e em dezembro em Joinville-SC. Fechando o ano em Curitiba, onde fará parte da organização do Word Kettlebell Grand Prix Series no dia 9 de dezembro e da Certificação Internacional em Kettlebell Sport nos dias 10 e 11 com o hexacampeão mundial Denis Vasilev. Mais informações: @wkgpsbrasil

O esporte – Levantar uma bola de ferro (kettlebell) na maior quantidade de vezes possível em um período de tempo determinado. Esse é objetivo do kettlebell sport, modalidade que tem um baiano como referência no Brasil na formação de professores e treinamento de atletas premiados.

Com várias certificações internacionais em kettlebell, o educador físico João Rosário é ex- presidente da Federação Brasileira de Kettlebell Lifting (FBKL) e está à frente da organização do 1º GP mundial de Kettlebell no Brasil, o World Kettlebell Grand Prix Series, que será realizado no dia 9 de dezembro, em Curitiba, e planeja levar atletas que treina de outros estados e também da Bahia para a competição.

Mas, até o final do ano a agenda do educador físico já está reservada para campeonatos e cursos de kettlebell sport na Bahia e no eixo Sudeste-Sul do Brasil, voltados para a formação de professores de educação física, atletas e praticantes do esporte.

Mais informações sobre o curso de sábado (17): (71) 9270-5945.

Mais informações sobre agenda de cursos podem ser obtidas pelo email joaorosariobrutal@gmail.com ou telefone (73) 99827-9091 (Whatsapp)

Artista plástico da Canavieiras se inspira nas belezas naturais

Thiago com um totem esculpido em restos de madeira

Thiago com um totem esculpido em restos de madeira

A cultura – em suas várias expressões e linguagens – é uma das manifestações naturais do canavieirense. Nele, está presente saberes como a música, a dança, a literatura (prosa e verso), a gastronomia, o folclore e as artes plásticas. Essa riqueza de conhecimentos e expressões torna o canavieirense um povo ímpar, visto e admirado por todos que a visitam e que carregam o sentimento de retornar.

Uma dessas expressões artísticas são as esculturas e entalhes concebidos pelo artista plástico, ou artesão, como ele prefere ser conhecido, Thiago Oliveira, ou simplesmente Thiago. Aos 35 anos, quatro dos quais dedicados à arte, Thiago tem despertado a atenção de turistas e nativos pela simplicidade de seus trabalho, com traços e entalhes precisos, retratando animais do bioma Mata Atlântica.

Após um pequeno tempo com um instrumento na mão, um coco seco se transforma num macaco, numa tartaruga; um caule de coqueiro passa a ser visto como uma carranca; numa simples pedaço de madeira (tábua) aparece um peixe ou uma tartaruga. E essas peças hoje podem ser vistas em residências, pousadas, casas comerciais de várias cidades.

E a diferença da arte canavieirense de Thiago é que cada peça é elaborada com técnica e esmero, personalizadas, obedecendo a individualidade das condições físicas da matéria-prima utilizada. “Não consigo nem quero transformar minha arte em produtos massificados, para atender uma quantidade maior dos turistas que nos procuram”, explica Thiago.

A arte do canavieirense Thiago Oliviera - Foto Divulgação1-640x640-400x400O diferencial da arte concebida pelo artesão Thiago é justamente a utilização de matéria-prima resultante de demolições, sobra de madeira, coqueiros antigos ou rejeitos despejados na praia da Costa pelas marés. Em cada peça existe um detalhe diferente, decorrente do momento da concepção do artista e até da sua elaboração.

Thiago iniciou-se nas artes plásticas – ou artesanato, como ele costuma nominar – por curiosidade, observando sua sogra e sua esposa trabalharem com o artesanato de coco seco. Daí, passou a desenvolver a arte na madeira, sempre com ênfase para animais como tartarugas, macacos, passando pelos totens, as conhecidas carrancas.

Durante o verão o artista trabalha suas peças na cabana onde funciona a Central de Informações Turísticas, na esquina das avenidas São Francisco e Barão do Rio Branco (caminho da praia), onde os turistas param para observá-lo concebendo as artes. Fora da temporada de verão, prefere ficar em casa, na avenida dos Tucunarés, nº 3.000, em frente ao restaurante Delícias da Ilha, no bairro da Atalaia, também transformada em atelier.

A arte do canavieirense Thiago Oliveira - foto Walmir Rosário(11)-640x640-400x400Geralmente como se comportam os artistas, Thiago não gosta de falar em preços, pois, segundo ele, cada uma das peças é concebida de forma e tamanhos diferentes, com matéria-prima distinta, bem como consumo de tempo de execução. “Posso assegurar que é arte popular, de fácil acesso a qualquer pessoa”, informa.

O artista revela que está constantemente pesquisando novos materiais, sempre com o apelo da preservação do meio ambiente, o que proporciona um valor intrínseco às peças. “Canavieiras é uma cidade que possui belezas naturais das mais diversas, o que nos inspira a elaborar um artesanato cada vez mais voltado para a flora e a fauna regional”, conclui Thiago.

DE POMPEIA A AMATRICE

Durval Pereira da França Filho*

Pompeia era uma cidade do Império Romano situada a 22 quilômetros de Nápolis, na Itália, embora sem a sua importância, mas que se tornou um símbolo da vida romana. O solo era fértil, e grandes as oportunidades para negócios e lazer, o que tornou a região rica e desenvolvida.

A cidade foi fundada, possivelmente, entre os séculos VI e VII a. C., pelos oscos, povo que habitava a Itália central. Em 89 a. C., foi anexada à República Romana pelo general Lúcio Cornélio Sula.

Com suas casas coloridas, os habitantes procuravam curtir a boa vida, de forma rotineira e sem grandes preocupações. Os banhos públicos eram alguns dos entretenimentos que marcavam a vida cotidiana dos pompeianos. A cidade também passou por um grande avanço na história da arte do mundo antigo, onde surgem aspectos culturais marcadamente eróticos, como a veneração ao falo. A Universidade de Nápoles, por muito tempo, manteve em segredo uma coleção de objetos e afrescos eróticos desse cotidiano de riqueza e luxúria.

Próximo a cidade, estava o vulcão Vesúvio olhando-a desde sempre, até que em 5 de fevereiro de 62 d. C., foram dados os primeiros avisos de que o gigante estava acordando e algo maior, extraordinário, estava por acontecer. Um terremoto sacudiu a região e provocou sérios transtornos e prejuízos na cidade, que estava em festa.

Em 24 de agosto de 79 d. C., o Vesúvio acordou de vez e passou a vomitar cinza e lava, causando terror e morte a milhares de pessoas. As cidades Pompeia e Herculano (vizinha) ficaram soterradas durante 1669 anos até que foram reencontradas, por acaso, em 1748. No contexto da tragédia humana, além da destruição dessas cidades do Império Romano, outros acontecimentos fatídicos têm sido revelados através da história com relação a 24 de agosto, tanto no mundo natural como no mundo social.

Em 410, Alarico I, rei dos visigodos, deu início à invasão contra o Império Romano do Oriente (os Bálcãs), que culminou com o saque a Roma. Em 1572, na histórica Noite de São Bartolomeu, milhares de protestantes foram massacrados pelos católicos, em Paris, com o beneplácito do imperador Carlos IX, que teve Gaspar de Coligny como conselheiro.

Em 1930, tiroteio na cidade baiana de Canavieiras, entre figuras das duas mais poderosas facções políticas, deixou o saldo de um morto e vários feridos.. Em 1954, ocorreu no Brasil o suicídio do presidente Getúlio Vargas, com um revólver colt de calibre 32. Em 1968, a França deflagrou, no Pacífico, sua primeira bomba de hidrogênio. Em 2004 aconteceu atentado terrorista que explodiu avião da 57 Airlines.

Passados 1937 anos da hecatombe de Pompeia e Herculano, em 24 de agosto de 2016, um terremoto de magnitude 6.2 na escala Richter, atingiu a região central da Itália, provocando a morte de mais de 250 pessoas, sem contar os desparecidos, principalmente na pequena cidade de Amatrice, que fica na região do Lácio, com população de aproximadamente 3 mil pessoas. O local é considerado um dos lugares mais bonitos da Itália e conhecido destino turístico.

Sem colocar em realce o aspecto aziago do 24 de agosto (no que não acredito), o que pode significar estas e tantas outras catástrofes sociais e naturais em um mundo em descontrole? O planeta está agonizando ou tudo não passa de mera coincidência? Vale a pena refletir.

* Historiador, diretor da Biblioteca Pública Municipal Dr. Afrânio Peixoto, em Canavieiras.

O ECLESIASTES SERIA UMA PSICOFONIA DO ESPÍRITO DE SALOMÃO?

Apesar de o cristianismo, não tanto o Judaísmo, ter feito silêncio durante séculos sobre a mediunidade na Bíblia, ela foi descoberta por pesquisadores bíblicos leigos e independentes.

Na Bíblia, tanto no Velho Testamento, como no Novo, são muitos os casos de fenômenos mediúnicos. Os espíritos bons eram confundidos até com o próprio Deus, que os judeus chamavam de Javé, e os maus ou não amigos dos judeus eram tidos como deuses falsos ou pagãos. Mas na verdade, todos eram espíritos humanos, que se comunicavam com as pessoas, sacerdotes ou não, possuidoras dos dons proféticos ou mediúnicos (1 Coríntios capítulo 12), e que, mais tarde, os teólogos cristãos passaram a denominar de dons do Espírito Santo trinitário ou Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, doutrina essa que provocou muitas polêmicas entre os teólogos e que, por isso, como aconteceu com outras doutrinas, também polêmicas, foi transformado por eles em dogma. E ai de quem negasse publicamente um dogma!

Um exemplo desses fenômenos mediúnicos, espirituais ou proféticos é o da entrega das Tábuas dos Dez Mandamentos ao grande médium ou profeta Moisés por um espírito já angélico, quando ainda muitos pensam que foi o Espírito do próprio Deus (Atos 7: 30). E, por oportuno, informamos que é muito comum um espírito manifestar-se em forma de uma luz ou fogo, daí a sarça ardente.

Todos os espíritos manifestantes bons ou maus são humanos. Vejamos exemplos disso. Um é o caso do profeta Samuel que, mesmo depois de morto, ainda profetizou. (Eclesiástico 46: 20). Outro exemplo é o da manifestação do espírito, também de Samuel, quando ele, através da médium de En-Dor, comunica-se com Saul (1 Samuel 28: 15). Alguns líderes religiosos, com ideias fixas de demônios e contrários ao que diz o texto bíblico, afirmam que não foi o espírito de Samuel que se manifestou, mas o de um demônio. O que vale mais o que afirma a Bíblia ou o que ensinam esses tais de líderes religiosos fanáticos contra o espiritismo? Ademais, demônio (“daimon” em grego na Bíblia) é alma ou espírito humano. E, nesse mesmo capítulo 28 de 1 Samuel, temos também um exemplo de que deus (plural deuses) com a letra inicial minúscula, é espírito humano, pois o texto bíblico diz referindo-se ao espírito de Samuel: “…Vejo um deus que sobe da terra.” (1 Samuel 28: 13).

E vejamos agora o assunto que deu o título a esta coluna. Coélet é o autor do Eclesiastes, porém, não é um nome próprio de uma pessoa, mas de profissão de pregador para uma reunião de pessoas. Daí que a palavra grega Eclesiastes, da mesma raiz de “eclesia”, significa também igreja ou reunião de pessoas para ouvirem um pregador.

Segundo a opinião mais aceita pelos estudiosos desse livro Eclesiastes, ele foi escrito por volta do ano 280 a.C. Mas uns dão-lhe a data de 580 a.C. E outros atribuem-lhe vários autores. Diante dessas opiniões diferentes, ousamos apresentar mais uma. Se Coélet ou Eclesiastes (pregador) se identifica como filho de Davi e rei de Israel, o que tem levado muitos biblistas à hipótese de que se trata de Salomão, por que não se admitir a da mediunidade de psicofonia, isto é, a de que o espírito de Salomão se manifestava através do pregador Coélet ou Eclesiastes, se hoje, por essa mediunidade, se sabe que os espíritos podem se manifestar através de médiuns oradores psicofônicos?

Educadores físicos recebem treinamento em Kettlebell

Brutal em Porto SeguroDesde as 8h30min deste sábado (13) que educadores físicos de Porto Seguro estão participando de um workshop de Treinamento Funcional, com abordagem do uso de ferramentas não convencionais como corda, kettlebell e argolas. O evento é sediado no CT Core Team (na região de Xurupita) e os educadores compartilham técnicas de como utilizar ferramentas eficazes e milenares num treino completo.

A apresentação do workshop é do educador físico e coach da Brutal, João Rosário, e a realização é da XPRO Training e Lucas Oliveira. O evento será finalizado às 17 horas deste sábado.

Praça Maçônica, em Canavieiras, passará por obras de requalificação

A praça será requalificada e urbanizada

A praça será requalificada e urbanizada

A Prefeitura de Canavieiras inicia nesta terça-feira (16) as obras de requalificação da praça Maçônica, uma das maiores e de mais movimento da cidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Almir Melo na manhã desta sexta-feira (12), após reunião com o secretário Municipal de Obras e Transportes, Lucas Rodrigues.

O projeto de requalificação da praça Maçônica já se encontra no Siconv – Portal de Convênios e Contratos de Repasse da Administração Pública Federal. Enquanto o Governo Federal não libera os recursos para a intervenção, o prefeito Almir Melo decidiu iniciar as obras para melhorar a mobilidade naquela área.

A praça Maçônica, é um dos mais importantes entrocamentos urbanos de Canavieiras e liga o centro da cidade com os bairros Birindiba, Sócrates Rezende, São Sebastião, Tancredão, Antônio Osório e Jardim Burundanga. Esses bairros possuem uma grande densidade populacional e ainda abrigam uma área comercial bastante diversificada, com lojas de material de construção, supermercados, dentre outros ramos.

Informa o prefeito Almir Melo, que a praça Maçônica era um equipamento urbano dotado de funcionalidade, utilizado para o lazer e promoção de festas e outros eventos. O prefeito lamenta que, após uma desastrada reforma feita pelo gestor anterior, foram retiradas as pedras portuguesas (cujo paradeiro é desconhecido) e transformada numa imensa área cimentada, sem qualquer funcionalidade.

No projeto da primeira etapa de requalificação, a nova praça ganha destaque na mobilidade, com a abertura de uma rua, evitando o intenso e congestionado tráfego de carros, motos e bicicletas. “Com esse projeto de mobilidade solicitado pelo prefeito Almir Melo, vamos acabar com o caos no trânsito daquela área, deixando-o mais tranquilo”, informa Lucas Rodrigues.

Nessa primeira intervenção também será executado um projeto de paisagismo, com a finalidade de humanizar o equipamento, fazendo com que as pessoas possam voltar a frequentar o local como faziam antes. “Vamos implantar uma área gramada e introduzir algumas plantas próprias para o paisagismo de praças”, disse o secretário de Obras.

Além da mobilidade, o projeto ainda prevê dotar a praça Maçônica de equipamentos no sentido de dar funcionalidade aos diversos usos, inclusive uma área destinada ao comércio de hortaliças, em determinados dias da semana. “Nesta primeira etapa, vamos dar uma mudança no sentido de utilização de praças pela comunidade, enquanto aguardaremos a liberação dos recursos do Governo Federal para finalizar todo o projeto de requalificação, tornando a praça Maçônica uma das belas e funcionais da cidade”, concluiu o prefeito.

A pé, de bicicleta ou de carro, devotos viajam para homenagear N. S. da Ajuda

Grupo ciclístico H2O

Grupo ciclístico H2O

Na manhã desta quinta-feira (11) centenas de canavieirenses devotos de Nossa Senhora da Ajuda começaram a se deslocar para Porto Seguro. A finalidade é homenagear a Santa, na segunda-feira (15), no Santuário no bairro do Arraial da Ajuda, uma penitência realizada todos os anos por romeiros de várias cidades.

De Canavieiras, os devotos de Nossa Senhora da Ajuda viajam a pé, em grupos, caminhando pela praia, em jornada com até três dias de duração, utilizando canoas e lanchas na travessia dos rios. Outros se deslocam a Porto Seguro por via terrestre, em motos, carros próprios, vans e ônibus e até mesmo de bicicletas.

Dois grupos de ciclistas: o Amigos do Pedal e o H2O promovem essas viagens com dois objetivos: religioso e de confraternização. Este ano, o grupo ciclístico H2O parte com 17 componentes, conforme explica um dos seus integrantes, o professor de Educação Física José Bandeira.

O passeio, nomeado como ecológico, conta com carro de apoio, para que qualquer imprevisto não atrapalhe a essência da pedalada, que é planejada com um ano de antecedência. “Nossa turma participa anualmente de várias festas e a cada ano adquirimos mais experiência”, informa Bandeira.

O grupo de ciclismo Amigos do Pedal, também de Canavieiras, promove anualmente a “Ciclorromaria” rumo a festa de Nossa Senhora de Nossa Senhora da Ajuda. A viagem é uma tradição de mais de 10 anos e o grupo conta com a participação de cerca de 15 ciclistas que pedalaram ida/volta, passando por Belmonte, Mogiquiçaba, Guaiú, Santo Antônio, Santo André, Santa Cruz de Cabrália, Coroa Vermelha e Porto Seguro.

Brutal promove workshop em kettlebell em Porto Seguro

Cartaz workshop Brutal em Porto SeguroO educador físico e coach da Brutal, João Rosário, apresenta neste sábado (13), no CT Core Team, em Porto Seguro, o Workshop de Treinamento Funcional, com abordagem do uso de ferramentas não convencionais como corda, kettlebell e argolas. O evento é uma realização XPRO Training e Lucas Oliveira e se destina a professores de Educação Física e profissionais de de academia e treinadores de atletas.

Referência no Brasil em kettlebell e coach de atletas de destaque no kettlebell sport e MMA, João Rosário vai compartilhar técnicas de como utilizar ferramentas eficazes e milenares num treino completo. O treinamento com esses equipamentos busca restabelecer e aprimorar os padrões motores naturais, prevenindo lesões e melhorando consideravelmente o desempenho atlético, alcançando assim resultados sólidos em curto prazo.

Há sete anos residindo no eixo sul-sudeste do país, João Rosário tem várias certificações internacionais. O educador físico é ex- presidente da Federação Brasileira de Kettlebell Lifting (FBKL) e se tornou referência nesse tipo de treinamento. Está à frente da organização do 1º GP mundial de Kettlebell no Brasil, que será realizado no dia 9 de dezembro, em Curitiba, e planeja levar atletas de Itabuna e região. João Rosário voltou a residir no Sul da Bahia (Canavieiras) trazendo toda a experiência adquirida para colaborar com a promoção do Kettlebell Sport e qualificação de profissionais na região.

Mais Informações:

Xprotraining@gmail.com

(73) 8823-2122 whatsapp

Caixa Econômica Federal amplia relacionamento com Canavieiras

Fabrício Mota, gerente da CEF em Canavieiras

Fabrício Mota, gerente da CEF em Canavieiras

O gerente da agência de Canavieiras, da Caixa Econômica Federal (CEF), Fabrício Mota, se encontrou com o prefeito de Canavieiras, Almir Melo, para estudar a formalização de parcerias. Na visita, Almir Melo desejou sucesso ao novo gerente e disse que a Prefeitura de Canavieiras estará sempre pronta para atuar no desenvolvimento econômico e social do município.

A Caixa Econômica Federal e a Prefeitura de Canavieiras mantêm algumas parcerias, a exemplo dos programas sociais do Governo Federal, como o Bolsa Família, dentre outros, com a finalidade de atender parte da população em condição de risco e vulnerabilidade social. “Com a abertura da agência da CEF em Canavieiras, passamos a gerir esses programas com mais eficiência e eficácia”, disse o prefeito.

Outro relacionamento positivo entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal é na execução de obras com recursos do Orçamento da União, por meio do Ministério do Turismo, em que a CEF atua como compromitente (representante da União). “A Superintendência da Caixa sempre tem nos atendido com distinção e presteza, se portando como uma grande parceira”, ressalta Almir Melo.

Informa o gerente Fabrício Mota, que a Caixa Econômica Federal é um banco completo, pois atua fortemente nas áreas social e negocial, instrumentalizando o desenvolvimento econômico como um todo. No segmento de negócios, recentemente a prefeitura firmou parceria com a CEF para o recebimento de tributos municipais em toda sua rede de atendimento (guichês da agências, na rede lotérica, internet banking, terminais de autoatendimento e correspondentes Caixa Aqui).

Agora, se encontra em fase de estudos a formalização de um termo de cooperação para permitir que os servidores municipais de Canavieiras possam contratar empréstimos consignados junto à Caixa. A proposta está em análise na Procuradoria Jurídica do Município e, em breve, um parecer será entregue ao prefeito.

Para Fabrício Mota, a proposta apresentada à Prefeitura é bastante positiva para os funcionários, haja vista que a Caixa Econômica trabalha com uma taxa de juros menor do que a praticada no mercado. “Temos um custo menor dos recursos para todos os segmentos empresariais”, assegura o Fabrício.

Um dos segmentos negociais da CEF que contribuiu bastante para o desenvolvimento de Canavieiras – no entender do gerente – foi o habitacional, com o financiamento de imóveis. “O nosso próximo passo é estreitar o relacionamento com o segmento rural, onde temos bons produtos para apresentar ao homem do campo, e isso irá ajudar ainda mais no progresso de Canavieiras”, concluiu Fabrício Mota.

Memé Santana na AABB Itabuna

Memé e seu violão - garantia de boa música

Memé e seu violão – garantia de boa música

Sócios e não sócios – inclusive crianças – têm acesso livre à AABB Itabuna na noite de 12 de agosto. É a Sexta Super Musical apresentando Memé Santana na Cabana do Tempo, marco zero da história do clube que completa seu cinquentenário neste ano de 2016. Para quem for curtir o som ao vivo tem serviço de bar e restaurante administrado pela própria AABB. E para as crianças em especial tem um parque infantil ao lado da Cabana, onde das mesas os pais vêm seus filhos se divertindo nos equipamentos e na grande área verde ao redor.

Para saborear, além de bebidas prontas e preparadas na hora, os garçons trazem na mesa petiscos, tira-gostos e pratos – inclusive frutos do mar – preparados por uma competente equipe de cozinheiras. “E além dos preços serem mais em conta do que em outras casas de nível, aqui não cobramos 10% de gorjeta nem couvert artístico”, informa o vice-presidente social do clube, Raul Vilas Boas. “O que é uma ótima notícia em tempos de crise”, completa a presidente do clube, Maruse Dantas.

Taxa do cheque especial aumenta em agosto
 
A taxa média do cheque especial nos bancos em agosto foi de 13,52% ao mês (a.m.), alta de 0,06 ponto percentual em relação ao mês anterior, segundo pesquisa do Procon de São Paulo. A maior alta foi encontrada no Banco do Brasil
 
LEIA MAIS
 
Artista canavieirense se inspira nas belezas naturais de sua terra
Aos 35 anos, quatro dos quais dedicados à arte, Thiago tem despertado a atenção de turistas e nativos pela simplicidade de seus trabalho, com traços e entalhes precisos, retratando animais do bioma Mata Atlântica.
 
LEIA MAIS
Alto Beco do Fuxico festeja seus 30 anos
 
Saudosismo, amizade, cachaça da boa, cerveja bem gelada, mocofato preparado por Danilo, música de todos os gêneros e para atender todos os gostos. Esse foi o combustível que moveu membros da Confraria do Alto Beco do Fuxico, os acadêmicos da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique), além de outros frequentadores do Alto Beco do Fuxico.
 
LEIA MAIS