CIA DA NOTÍCIA

Saúde comemora Dia de Conscientização contra o AVC com palestras e atividades físicas

 

A pressão das pessoas eram aferidas pelos enfermeiros

A pressão das pessoas eram aferidas pelos enfermeiros

A aferição de pressão, relação peso e altura, palestras sobre os fatores de risco do Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido como “derrame”, foram as principais atividades desenvolvidas pela Secretaria da Saúde de Canavieiras, na tarde desta quarta-feira (29). O movimento, realizado na Praça da Feira, teve o objetivo de divulgar os riscos e o manejo adequado desses fatores para diminuir a probabilidade de uma pessoa ter um AVC, aumentando o tempo e a qualidade de vida.

Além das palestras dadas pelas enfermeiras da Secretária Municipal da Saúde, alertando para os riscos de acometimento da doença, também foram ressaltadas as vantagens de as pessoas levarem uma vida saudável. O Grupo Mexa-se também apresentou uma série de exercícios, com a finalidade de demonstrar que é fácil trocar a vida sedentária pela prática de atividades físicas.

De acordo com as estatísticas dos serviços de saúde pública, a cada seis segundos, independentemente da idade ou sexo, alguém em algum lugar morre de um Acidente Vascular Cerebral. “O AVC é a primeira causa de morte e incapacidade, com um enorme impacto econômico e social”, argumentou a secretária da Saúde, Roberta Barros.

Explica a secretária, que o objetivo da campanha é colocar a luta contra o Acidente Vascular Cerebral como tema central da agenda global de saúde. O tema “Um em cada seis” foi escolhido pelos para destacar o fato de que no mundo de hoje, um em cada seis pessoas no mundo inteiro terá um AVC durante a sua vida. Todos estão em risco e a situação pode piorar com a complacência e a inércia.

O Grupo Mexa-se comandou os exercícios com técnicos e participantes

O Grupo Mexa-se comandou exercícios com técnicos e participantes

Desafios – A campanha “Um em cada seis”, criada pelo Ministério da Saúde, comemora não apenas o fato de que o AVC pode ser prevenido, mas que os sobreviventes de AVC podem recuperar-se totalmente e manter sua qualidade de vida com os cuidados e apoio adequados a longo prazo. A campanha de dois anos tem o objetivo de reduzir o impacto do AVC agindo em seis desafios básicos.

O importante, segundo os cientistas, é que cada um conheça os seus próprios fatores de risco, a exemplo da hipertensão arterial, diabetes e colesterol alto; ser fisicamente ativo e exercite-se regularmente; evitar a obesidade, mantendo uma dieta saudável; limitar o consumo de álcool; evitar o fumo do cigarro e, caso fume, procurar ajuda para parar; e aprender a reconhecer os sinais de alerta de um AVC.

O AVC é a segunda principal causa de morte entre pessoas acima dos 60 anos de idade, e a quinta causa principal causa dos 15 aos 59 anos. O AVC também afeta crianças, incluindo recém-nascidos. A cada ano, cerca de seis milhões de pessoas morrem de acidente vascular cerebral.

 

Bookmark and Share

Canavieiras adequa maternidade ao conceito da Rede Cegonha

 

Novos benefícios são incorporados aos hospital

Novos benefícios são incorporados aos hospital

O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, aprovou o projeto de implantação da Maternidade do Hospital Municipal Régis Pacheco no conceito da Rede Cegonha. Segundo o prefeito Almir Melo, com a liberação dos recursos, a Prefeitura iniciará imediatamente as obras de adequação da área física do hospital – ao lado do pronto-socorro – ao novo conceito.

Explica a secretária municipal da Saúde e Saneamento, Roberta Barros, que a Rede Cegonha é uma rede de cuidados que assegura às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo, a atenção humanizada à gravidez, parto, abortamento e puerpério. O programa também assegura às crianças o direito ao nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudáveis.

A saúde é um dos setores do Governo da Reconstrução que tem recebido atenção especial, por representar um dos direitos assegurados na Constituição Federal. “Desde que assumimos o governo que estamos em constante ampliação desses serviços, no sentido de oferecer à população um serviço de qualidade e com prontidão”, ressaltou Almir Melo.

No entender da secretária Roberta Barros, a Rede Cegonha propõe a humanização do atendimento médico-hospitalar com um novo modelo de atenção ao parto, nascimento e à saúde da criança. Para isso, essa rede de atenção tem o objetivo de garantir o acesso, acolhimento e resolutividade, com a redução da mortalidade materna e neonatal.

Entre as diretrizes da Rede Cegonha estão a garantia do acolhimento com classificação de risco, ampliação do acesso e melhoria da qualidade do pré-natal; garantia de vinculação da gestante à unidade de referência e ao transporte seguro; garantia das boas práticas e segurança na atenção ao parto e nascimento; garantia da atenção à saúde das crianças de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade; e garantia da ampliação do acesso ao planejamento produtivo.

Na avaliação da secretária Roberta Barros, o trabalho de humanização do atendimento dos serviços de saúde vem sendo implantado desde o ano passado, com a adequação das instalações das unidades de saúde e do Hospital Régis Pacheco. “O Governo da Reconstrução vem investindo na melhoria das instalações e na constante capacitação dos profissionais da saúde, com a finalidade de prestar um serviço de melhor qualidade”, frisa a secretária.

Roberta Barros cita como um exemplo a reforma para a reativação do centro cirúrgico do Hospital Municipal Régis Pacheco, em setembro passado, oportunizando a realização de partos através de cirurgias cesárias. Antes, as gestantes que necessitavam desses serviços eram obrigadas a se deslocar para outras cidades em busca deste tipo de atendimento.

Para a secretária, a evolução dos serviços prestados tem sido uma constante em Canavieiras, e, segundo ela, para chegar ao nível de atendimento atual, foi necessário realizar um trabalho de planejamento e executá-lo com determinação, priorizando as principais demandas da população. A rede de atenção Básica também tem sido alvo de atenção, no sentido de prestar o primeiro atendimento ao paciente. Para isso foi criado um programa de atendimento médico ao interior (povoados e zona rural), com três visitas semanais das equipes médicas.

Outubro Rosa

Outubro é um mês dedicado à saúde da mulher. Por isso, a Secretaria de Saúde de Canavieiras preparou para todo o mês de outubro uma programação diversificada com o objetivo de chamar a atenção para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. Haverá palestras nas unidades de saúde, orientação dobre o autoexame das mamas, bem como serão intensificadas as ações de prevenção ao câncer de colo e de mama e a oferta de exames preventivos ginecológicos.

As ações são voltadas para a campanha “Outubro Rosa”, movimento popular internacional que estimula a participação da população na luta contra a doença. Vale lembrar que todas as unidades de saúde de Canavieiras realizam o preventivo (exame ginecológico para diagnóstico do câncer de colo de útero), que durante dois anos não foi oferecido na gestão passada.

 

Bookmark and Share

QUEDAS CONSTANTES DE ENERGIA EM CANAVIEIRAS

Após um “longo e tenebroso sumiço” na net, volto informando que a Coelba não vai sossegar enquanto não promover uma queima geral nos aparelhos elétricos e eletrônicos em Canavieiras.

A cada vento, por mais fraco que seja, as oscilações na energia são constantes e, na maioria das vezes, ficamos às escuras, com a volta abrupta da energia metendo medo em todos.

Vai ser um queima geral, caso não Deus não nos acuda. É a Coelba pisca-pisca!

Bookmark and Share

Propagandas de Itaú e Sadia viram piada após vexame brasileiro

Propagandas de Itaú e Sadia viram piada após vexame brasileiro (Reprodução/Youtube)

Do AdNews

Dizem que rir é o melhor remédio. Desde a noite de ontem, o torcedor brasileiro está tentando esquecer a humilhação sofrida pela Seleção Brasileira no Mineirão por meio do riso. Os 7 a 1 ficarão no imaginário do povo pela eternidade, mas os internautas estão tentando driblar a tristeza causada pelo time alemão. E o Itaú e a Sadia estão pagando o pato.

O banco oficial da Seleção e da Copa lançou em março deste ano um belo anúncio criado pela Africa. O filme tinha como trilha uma canção composta por Simoninha e Jairzinho. Interpretada por Paulo Miklos e Fernanda Takai, a música “Mostra Tua Força, Brasil” virou febre entre os internautas. Eles criaram novas versões e postaram no Youtube. Foi um grande sucesso. Pelo menos até ontem.

Quem entrou no Youtube na manhã desta quarta-feira (10) e buscou paródias da canção viu novas versões criadas pelos internautas. Há gente tirando sarro da Seleção, dos gastos exorbitantes da Copa, do Fred, etc. Mas não foi só a música do Itaú que virou piada.

Também em março deste ano, a Sadia lançou a campanha #JogaPraMim, assinada pela F/Nazca Saatchi & Saatchi. O objetivo era mostrar crianças que nunca viram o Brasil campeão apoiando a Seleção. Depois dos 7 a 1 contra a Alemanha, internautas de 20 e 30 anos estão postando paródias no Youtube com um desfecho diferente. “Nunca vimos o Brasil perder de 7 a 1″, dizem.

Confira:

Bookmark and Share

Prefeitura distribui mudas de cacaueiros clonados

O secretário João Brasil faz a entrega de mudas

O secretário João Brasil faz a entrega de mudas

A Prefeitura de Canavieiras, através da Secretaria da Agricultura, distribuiu 20 mil mudas de cacaueiros clonados aos pequenos agricultores do município. As mudas foram adquiridas através do convênio firmado com a Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), gerenciado pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), da Secretaria da Agricultura da Bahia.

O material botânico é produzido pela Biofábrica de Cacau de Uruçuca, e se destina à recuperação da lavoura cacaueira da região do Estreito, às margens do Rio Pardo. Além das 20 mil mudas de cacaueiros clonados, a Secretaria da Agricultura também vai distribuir mudas de fruteiras e essências florestais. Segundo o secretário de agricultura, João Brasil, o desenvolvimento da agricultura é um dos compromissos assumidos pelo prefeito Almir Melo e essas ações já começaram a mudar a realidade agropecuária do município.

Ao todo, mais de 80 mil mudas já foram distribuídas no município para uma faixa de 60 produtores das localidades Cubículo, Barreiras, Pimenteiras, Água Amarela e Estreito. Para o segundo semestre já foi feito o pedido de mais 120 mil mudas do material.

Informa, ainda, João Brasil, que a proposta do prefeito Almir Melo é promover ações com a finalidade de diminuir a dependência dos alimentos consumidos em Canavieiras do mercado externo (outros municípios baianos e de outros estados). Para isso, está sendo dado apoio à criação de um polo de produtos hortifrutigranjeiros para suprir as necessidades.

O projeto que está sendo implementado pela Secretaria Municipal da Agricultura tem como objetivo introduzir cultivos diversificados, com produtos cujo tempo de colheita sejam de curto, médio e longo prazo. “Nesse caso, a recuperação da cacauicultura, com mudas clonadas e de alta produtividade é uma das melhores opções”, diz João Brasil.

Tradicionalmente, Canavieiras é um grande produtor de cacau, mas que teve sua produção reduzidas após a chegada da vassoura-de-bruxa na região. Para João Brasil, essa situação está se revertendo com a introdução de material genético de boa qualidade, tolerante ao fungo e de alta produtividade. “O que estamos fazendo é fazer com que essas áreas voltem a produzir com eficiência”, explica o secretário.

Bookmark and Share

Como o técnico perdeu o jogo

Walmir Rosário*

Na década de 1980 os torcedores brasileiros gritavam a uma só voz: “Bota ponta, Telé; bota ponta, Telé!”. Este ano, deveríamos ter gritado, exigido: “Bota meio de campo, Felipão; escala o time certo, Felipão!”. E por isso deixamos de disputar o primeiro lugar na Copa do Mundo dentro na própria casa.

É triste, mas verdadeiro. Podem até dizer que passou a hora de buscar os culpados, da caça às bruxas! E não é isso que queremos, mas é nosso dever analisar os fatos e informar ou explicar para a grande torcida brasileira porque perdemos a Copa do Mundo de 2014.

Ainda nos resta a disputa do terceiro lugar, mas não nos satisfaz. Estrela maior tem o Neymar, que escapou do escabroso vexame do chamado Mineiraço, numa alusão à nossa derrota para o Uruguai no ano de 1950 no Maracanã, o “Maracanaço”. Não acredito que tenha sido maldição, mas incompetência.

Pra começo de conversa, o técnico escalou os jogadores errados para as posições equivocadas. Se determinado atleta joga bem pela direita, Felipão o escalou pela esquerda. Ou seja, em vez de inovar, tentou inventar. E o resultado não poderia ser outro: uma humilhante goleada por sete a um.

Não poderemos tirar o brilho da vitória alemã, seleção aplicada. Vimos, para nossa tristeza, nosso desalento, erros individuais inconsequentes, por jogarem nas posições erradas. A culpa é exclusiva do comandante Felipão.

O técnico brasileiro, desde antes do jogo, pensou que poderia blefar com os alemães, a imprensa, os torcedores, mas enganou ele mesmo. A sua soberba e seu sentimento egoísta não deixaram que ele reconhecesse o erro e mudasse o estilo de jogo. Pura teimosia.

Felipão menosprezou o meio de campo, a “alma” de qualquer equipe, e a característica de jogar da seleção alemã. Em declarações dadas às redes de rádios e TV, deixou transparecer que essa partida representaria a “sua forra” contra os alemães, colocando na sua conta os resultados negativos, inclusive quando treinava a seleção portuguesa. É muita empáfia.

Quedou-se silente a Seleção Brasileira frente ao poderio futebolístico alemão. Ao contrário do estilo de treinamento dos brasileiros, os alemães fizeram o seu retiro de concentração em Santo André, um povoado do Sul da Bahia, aberto à população nativa, participando da vida social.

Os brasileiros preferiram o estilo da exclusão, do posicionamento intramuros. Esquecemos o futebol alegre, característica tradicional dos nossos atletas. Demos, de graça, essa qualidade que sempre nos distinguiu aos alemães. Tomara que isso não prejudique essa brilhante geração de jogadores.

O esperado hexa chegou, mas de forma diferente, apenas na diferença dos seis gols no humilhante placar de sete a um. Um dia para se esquecer. Mas ainda nos resta a disputa do terceiro lugar. O céu não é mais o nosso limite.

*Ainda cabisbaixo e abatido com a acachapante derrota brasileira.

Bookmark and Share

O sonho já é realidade

Walmir Rosário*

Uma das maiores dificuldades do consumidor brasileiro parece que chegou ao fim. Estabelecer contato com as operadoras de telefonia fixa, móvel, TV por assinatura e internet, e poder solucionar seus insanáveis problemas, a exemplo de cancelar seu contrato sem aquelas derrubadas de linhas ou as intermináveis esperas.

Esse sonho dos consumidores entrou em vigor hoje e está garantido no novo regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que disponibilizará a opção “cancelamento de assinatura” no menu principal. Parece pegadinha de 1º de abril, mais acreditamos que seja verdade.

Quem não traz consigo os traumas e dificuldades encontradas para encerrar contratos com empresas de telecomunicações? E essa era uma das principais reclamações que os clientes faziam à central de atendimento da Anatel. Agora, ao telefonar para o call center dessas empresas, basta se identificar por meio de um cadastro com nome de usuário e senha para solicitar a interrupção do serviço. Esperemos que as empresas aceitem essa norma.

Mais bondades estão programadas para hoje, como a consulta ao segundo lote de devolução do Imposto de Renda. Este lote contempla mais de 1 milhão e 60 mil contribuintes, somando R$ 1,6 bilhão. E essa devolução estará creditada nos bancos já no dia 15 de julho.

Se as notícias boas começam a aparecer, as más também não ficam atrás. Ontem, o Copacabana Palace, hotel do creme de la creme, teve seu Dia de Cão. Ao invés do glamour das costumeiras badalações próprias da gente famosa, o que se viu foi uma cena policial.

E olha que não era locação de nenhum filme importante produzido por Hollywood, e sim a prisão de um dos integrantes do staff da Fifa, que era investigado no caso de desvio de ingressos de jogos da Copa do Mundo. O detido, apesar de não ser diretor ou funcionário da Fifa, era o mandatário da empresa terceirizada para a comercialização dos ingressos.

A empresa Match, comandada por Ray Whelan, era contratada para a venda dos ingressos, mas desvia parte deles para comercializá-los no mercado paralelo, através de uma rede de cambistas. Nesse caso, ao que tudo demonstra, a Fifa “colocava a raposa para tomar conta do galinheiro”.

Segundo a polícia, o grupo estimava que poderia faturar com a Copa do Mundo no Brasil cerca de R$ 200 milhões, tudo por baixo dos panos. Que Papelão, em Fifa! Sem dúvida, esta até que não é uma notícia ruim.

Que esse comportamento extracampo não influencie as ações dentro de das quatro linhas e o futebol possa ser praticado como um verdadeiro esporte. O Brasil agradece. Que as notícias ruins não influenciem a partida de hoje, entre as Seleções brasileira e alemã. Com ou sem Neymar, temos craques para vencer.

*Comemorando nossa vitória.

Bookmark and Share

Orações e festas marcam os festejos de São Boaventura

Igreja cheia confirma fé no padroeiro

Igreja cheia confirma fé no padroeiro

As comemorações a São Boaventura, padroeiro de Canavieiras, chega a sua semana final com bastante sucesso de público nos eventos religiosos e profanos. Desde o dia 1º de julho que está sendo realizada a Trezena dedicada ao Santo, sempre às 19 horas, com a celebração da Santa Missa e apresentação de um tema religioso apresentado para a conscientização dos católicos.

Na sexta-feira (4), o tema foi “Unidos em Cristo formamos comunidades preserverantes na fé e oração”; sábado (5), “A vida comunitária cristã é a Base da convivência social”; e no domingo (6), “A trindade é a base sobre a qual a comunidade se constrói”. Nesta segunda-feira (7), o tema apresentado será “A Eucaristia é o verdadeiro centro das comunidades cristãs”.

A cada noite da trezena a São Boaventura grupos da comunidade católica são responsáveis pela promoção dos eventos religiosos, que são celebrados pelo Padre Euvaldo, vigário da Paróquia, e concelebrados por um padre de visitante. Na sexta-feira (4), Padre Tony (Arataca); sábado (5), Padre Gilvan (Una); domingo (6), Padre Vantuil (Sete Lagoas MG); e segunda-feira (7), Padre Sérgio Ricardo (Salvador).

Logo após os eventos religiosos, os fiéis se deslocam para a praça São Boaventura, onde são realizados os festejos profanos, com barracas de comidas e bebidas e o palco para os shows musicais. No último sábado (5), se apresentaram as bandas “Pra Te Querer” e “Perfil S2”. No domingo (6), a festa foi animada pelas bandas Trivelada e Forró da Lua.

No próximo fim de semana (11, 12 e 13), ponto alto da festa, se apresentam atrações como Amanda Santiago (ex-timbalada) e Forró Danado de Bom (dia 11), Banda Forrozão e Maria Bretheira (dia 12), e Tonho Matéria, Filhos de Jorge e Tsunami encerrando a festa, no domingo (13), dia da Lavagem das escadarias.

Banda Trivelada anima a galera

Banda Trivelada anima a galera

As festividades se encerram no domingo (13) com a lavagem das escadarias da Igreja Matriz e seguem com a procissão pelas ruas do município. O cortejo será puxado por um trio elétrico com cantor Tonho Matéria, além de carro alegórico, ala das baianas e os grupos folclóricos Os Negros, Os Guaranis e as Caboclinhas. A saída está programada para as 11 horas, da praça Maçônica em direção à igreja matriz, onde é realizada a tradicional lavagem das escadarias.

Na segunda-feira (14), data em que se comemora o Dia de São Boaventura, será realizada às 6 horas, uma alvorada festiva com hino de São Boaventura, repicar de sinos e queima de fogos. Às 10 horas será celebrada Missa Solene em Louvor ao Padroeiro São Boaventura; às 16 horas acontece o Momento Devocional e às 17 horas, saída da Procissão e Benção do Santíssimo Sacramento.

Bookmark and Share

CDC participa de jogos de futebol no Hotel Transamérica

Equipes do CDC

Equipes do CDC

Alunos do Clube Desportivo Canes (CDC) participaram na sexta-feira (4), no Hotel Transamérica/Povoado de Comandatuba, em Una, de dois jogo de futebol nas categorias Mirim e Infantil, contra as equipes de Hóspedes do Hotel Transamérica.

No jogo pela Categoria Mirim, a equipe do Clube Desportivo Canes (CDC) venceu a partida pelo placar de 13 X 4. Já no jogo pela Categoria Infantil, a partida teve o placar de 5 X 1, para o CDC.

O nosso objetivo não é mirar apenas o placar, mais sim a integração saudável entre os garotos de nossa cidade com de outras regiões do pais, promovendo harmonia, alegria e descontração, despertando assim a formação de um grande cidadão.” disse Alessandro Feitosa, Presidente do CDC.

Para participar desses eventos o CDC contou com o apoio da Prefeitura de Canavieiras, da Hidraluz e do Hotel Transamérica.

Bookmark and Share

Quem será o novo Amarildo?

 

Walmir Rosário*

Na Copa do Mundo de 1962, Pelé se machucou, sozinho, é bom dizer, e foi uma comoção. Jogamos com apenas 10 atletas contra a Tchecoslováquia, pois não era permitida substituição. Empatamos por zero a zero e ficamos atônitos com a próxima partida contra a Espanha, pois não contaríamos com o “Rei Pelé”.

E o técnico da Seleção, Aymoré Moreira, não teve dúvidas, escalou Amarildo, o meia-esquerda do Botafogo, que foi à Copa sem chance alguma, por ser reserva de Pelé. Entrou no time, fez dois gols contra o selecionado espanhol e o “possesso” se firmou na seleção.

A história se repete 52 anos depois, com a contusão sofrida por Neymar, só que agora causada por uma entrada violenta do colombiano Zuñiga, e que fraturou uma vértebra do nosso maior craque. Nem falta o árbitro apitou, quanto mais aplicar qualquer tipo de punição ao infrator.

Mais uma vez, a contusão de nosso craque maior, dono da camisa 10, deixa a torcida brasileira indócil e com o direito de escalar o substituto de Neymar. Pelo que se conta, a saída precipitada de Neymar já era prevista nos plano de Felipão, que vai ter a responsabilidade de escalar um jogador para a posição e que caia nas boas graças dos brasileiros.

William, Bernard, até agora ninguém sabe. Há quem diga que até Ramires poderá ser o escalado. É segredo de Estado. Está na cabeça de Felipão e de algum ou outro membro da comissão técnica, como Carlos Alberto Parreira e Flávio Murtosa. Mais ninguém deve saber.

Amanhã “mataremos” nossa curiosidade ao saber da escalação da Seleção Brasileira contra o aplicado Selecionado Alemão. Como se diz na roça, “morre o cavalo ao bem do urubu”. Saí o “dono do time”, aqueles em que todos confiam para a entrada de outro craque, que poderá se firmar, ou não. Será a Glória ou a danação no fogo do inferno. Veremos! Pois.

Como se diz na gíria, futebol é uma caixinha de surpresas. O que não é surpresa são os gastos exagerados da campanha presidencial deste ano. Segundo as declarações feitas pelos 11 candidatos à Presidência da República que concorrem às eleições deste ano ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), juntos, devem gastar R$ 916,7 milhões durante a campanha eleitoral.

Claro que se trata apenas de estimativas e esse volume é apenas do “Caixa um”, pois o outro, o “caixa dois”, é assunto para investigação posterior. Esse é o preço que paga a Nação pelo projeto de poder de pessoas, grupos e partidos.

E para finalizar: Oito em cada 10 brasileiros consideram perfeitamente normal a transgressão às normas estabelecidas. Os números foram obtidos na segunda edição do Índice de Percepção do Cumprimento da Lei, realizado pela Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas. É o famoso “jeitinho brasileiro” que ainda impera na cabeça de cada um de nós. É o modelo de percepção da vida.

* À espera do Salvador da pátria.

 

Bookmark and Share

Recomeçam as emoções

 

Walmir Rosário*

Logo mais recomeçam as emoções da Copa do Mundo, com os jogos das quartas de final. Às 13 horas, jogam os nossos hermanos argentinos contra os belgas. Às 17 horas, estaremos com um olho no aparelho de TV e com o ouvido no rádio ligado à Rede Baiana de Rádio para ver e ouvir o jogo entre a Seleção Brasileira e a Colômbia.

Esperamos que a nossa seleção possa superar todas as dificuldades e os traumas da partida contra o Chile, esqueçam os choros e caruaras e consigam partir para o ataque. Pelos meus cálculos, teremos um jogo tranquilo e fácil de vencer, e espero não estar errado.

Partimos para uma fase mais difícil, pois numa competição como a Copa do Mundo vão ficando os melhores, ou, pelo que estamos vendo, os que estão mais preparados. Basta jogar o futebol que sabemos, sem desprezar os conhecimentos adquiridos pelos nossos adversários.

Mas isso é uma questão de futurologia, que pode dar certo ou não. A questão mais palpável é a quadrilha presa pela Polícia Federal, acusada de lucrar milhões de dólares com a venda de ingressos para a Copa do Mundo. E, pelo que se apura, com a conivência de gente do alto escalão da Fifa.

Diz um delegado da Polícia Federal, que o maior lucro com a venda de ingressos pelos cambistas ficaria com a própria Fifa, ou melhor, parte de seus dirigentes. Claro que a investigação ainda deverá ser completada, mas os indícios são fortes.

Taí uma notícia que tira o brilho da festa e não foi causada pelos brasileiros. Não é de agora que as denúncias contra os “negócios” escusos da Fifa são amplamente denunciados. Geralmente são arquivados por falta de provas nos vários tribunais que investigam os casos, embora esse esquema funcione há cerca de quatro Copas do Mundo.

A notícia mais triste de ontem foi a queda de viaduto em Belo Horizonte, que compunha as obras estruturantes da implantação dos canais de tráfego para a Copa do Mundo. Por mais que possa parecer uma fatalidade, uma das empresas ligadas ao bicheiro Carlinhos Cachoeira, a Delta Construtora, já tinha sido afastada da obra.

Além dos prejuízos financeiros, as vidas ceifadas no acidente são o que tem de mais grave. Pessoas inocentes perderam a vida e outras estão prejudicadas com as irresponsabilidades cometidas por empresas inidôneas. Como sempre acontece nesses casos, após rigorosa investigação, estaremos diante de um caso de imperícia profissional ou erro de cálculo.

Até quando o Brasil vai suportar, passivamente, essas irresponsabilidades? Essa é a pergunta que não quer calar…

*Passando ao largo dessas obras construídas a toque de caixa.

 

Bookmark and Share

Agente transformador

Fernando Volpi*

Gestor inteligente e antenado sabe que deixar o empregado a deriva,  desorientado e sem corrigir o rumo quando erra, não é bom para o seu empreendimento. Gestor perspicaz sabe que deve dar aos empregados um “feedback” de que eles precisam para serem bem sucedidos nas tarefas,  oferecendo-lhes condições sólidas e até certa autonomia para aprenderem com eventuais erros.

Gestor capacitado sabe que, para manter a equipe na linha, não precisa ser  durão, temido e inflexível, mas também não pode ignorar que nunca,   absolutamente nunca, deve ser indiferente às constantes mutações do mercado e da administração moderna, atualizando-se regularmente. A indiferença consuma o fracasso, pois gera estagnação e estagnação é coisa para caranguejo.

Sabemos que é constrangedor afirmar ao empregado que ele tomou decisão errada ou impensada. Também sabemos que é difícil (e, em muitos casos, um risco) para o empregado alertar o chefe sobre decisões equivocadas que tomou.  Mas a experiência do homem de proa deve ser levada em consideração pelo homem na popa, na cabine de comando. Nas antigas esquadras, era o homem da proa o responsável pela orientação para o comandante, aos berros:   “terra a vistaaaaaaaaaa!”.

O fortalecimento das relações entre gestor e empregados é imprescindível e só é possível através da confiança mútua e da consequente segurança recíproca.  De um lado, o feedback. De outro lado, motivação, orientação e incentivo para que todos deem o melhor de si. Quando o gestor consegue extrair dos seus auxiliares o melhor que têm a dar, torna-se um líder.

Gestor deve ser necessariamente um líder no melhor estilo da pessoa que sabe desenvolver habilidades nos colaboradores. É o gestor transformador, o gestor inspirador.

Transformar é uma das finalidades dos seminários do Sebrae, além de informar,  atualizar e inspirar para a inovação. Em toda reconstrução está implícita a transformação e este governo não se permitiria, apesar das duras dificuldades,  ficar de fora desta força tarefa pela transformação, desse esforço de inovação.

O Sebrae atrai empreendedores antenados e se concentra naqueles que desejam sair de sua rotina diária preocupante e estacionada, e procurar por algo acima do interesse meramente comercial do antigo “toma lá, dá cá”  limitado e instável.

Em nome do esperançoso povo de Canavieiras e da Secretaria de Turismo que eu represento, e em meu próprio nome, manifesto boas vindas aos novos tempos Sebrae do empreendedorismo consciente e de gestões que buscam atingir o seu potencial máximo, qualificadas e capacitadas.

A esperança por melhores dias para todos é o que me estimula, tendo no Sebrae e nos gestores públicos e privados, empresários e empregados em todos os níveis, autônomos, liberais, a alimentação dessa esperança. Afinal,   todo gestor, todo empresário, todo empreendedor, todo funcionário, todo comerciário, todo produtor rural e a imensa legião de prestadores de serviços são na verdade difusores e negociadores de esperança.

*Secretário do Turismo e Esportes de Canaveiras

Bookmark and Share
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ... 323 324 325 Próximas
Canavieiras pretende ampliar setor turístico
 
O resgate da atividade turística é uma das metas estabelecidas pelo prefeito Almir Melo para ter o turismo como uma das principais atividades econômicas. Trabalho com essa finalidade está sendo desenvolvido pelo secretário Fernando Volpi e que já produz resultados positivos.
 
LEIA MAIS
 
Prefeitura de Canavieiras define data de início do Projeto Verão
A Comissão organizadora do Projeto Verão 2013-14 – integrado pelas secretarias do Turismo e Cultura – já definiu com o prefeito Almir Melo a data de lançamento e início dos eventos. Será na noite de 6 de dezembro, com apresentações artísticas, culturais e esportivas durante as tardes-noites de sexta, sábado e domingo, no sítio histórico.
 
LEIA MAIS
Alto Beco do Fuxico festeja seus 30 anos
 
Saudosismo, amizade, cachaça da boa, cerveja bem gelada, mocofato preparado por Danilo, música de todos os gêneros e para atender todos os gostos. Esse foi o combustível que moveu membros da Confraria do Alto Beco do Fuxico, os acadêmicos da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique), além de outros frequentadores do Alto Beco do Fuxico.
 
LEIA MAIS