CIA DA NOTÍCIA

Voto, o exercício da cidadania

Passada a refrega da campanaha eleitoral, finalmente chegou o dia de votar nos candidatos que acreditamos ser os melhores para nosso estado, para o Brasil.

O voto, mais que uma obrigação imposta pelo Estado, representa o exercício da cidadania. O voto tem peso único numa eleição, igualando pessoas com credo, raça, posição social e econômica, sejam elas empregadas ou desempregadas.

Mas a cidadania nos impõe, também, responsabilidades. O nosso voto é que vai eleger os candidatos que irão decidir nossos destinos por quatro anos – no caso dos senadores, oito anos. Em vista disso, temos que decidir com a consciência, avaliar pela vida pregressa, escolher os melhores.

Os candidatos por nós escolhidos como nossos representantes têm de ter ficha limpa, não importando quais os caminhos que poderão trilhar no futuro. O importante é que nossa escolha seja pautada em característica éticas, nomeando pessoas honestas para nos representar.

Caso não atendam nossas expectativas, o reprovaremos no próximo pleito.

Assim se exerce a verdadeira CIDADANIA.

Bookmark and Share

Leave a Reply

Spam Protection by WP-SpamFree

Canavieiras pretende ampliar setor turístico
 
O resgate da atividade turística é uma das metas estabelecidas pelo prefeito Almir Melo para ter o turismo como uma das principais atividades econômicas. Trabalho com essa finalidade está sendo desenvolvido pelo secretário Fernando Volpi e que já produz resultados positivos.
 
LEIA MAIS
 
Livros de graça para todo o mundo. Basta apoiar o projeto
O Prêmio Galinha Pulando começou em 2005, patrocinado pelo seu organizador Valdeck Almeida de Jesus. Até 2009 cada poeta selecionado recebia um livro de graça. A partir daí, ficou muito caro para Valdeck bancar tudo sozinho. Agora em 2014 veio a ideia de pedir ajuda aos autores e a quem puder colaborar comprando antecipado exemplares da antologia poética.
 
LEIA MAIS
Alto Beco do Fuxico festeja seus 30 anos
 
Saudosismo, amizade, cachaça da boa, cerveja bem gelada, mocofato preparado por Danilo, música de todos os gêneros e para atender todos os gostos. Esse foi o combustível que moveu membros da Confraria do Alto Beco do Fuxico, os acadêmicos da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique), além de outros frequentadores do Alto Beco do Fuxico.
 
LEIA MAIS