CIA DA NOTÍCIA

Carmelita quer mais água

Vereadora quer providências da Embasa

A vereadora Carmelita Ângela (PT), de Ilhéus, tem encontro agendado, em Salvador, nesta sexta-feira (27), com diretores da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), para oficializar junto ao Governo da Bahia o pedido de implantação do sistema de abastecimento de água nas comunidades de Banco do Pedro, Castelo Novo e Ponta do Ramo e da rede coletora de esgoto para a Ponta do Ramo, Vila Freitas e o bairro Jardim Savóia, zona norte do município.

Durante o encontro, que contará com a presença da deputada estadual Fátima Nunes (PT), a parlamentar também vai tomar conhecimento de como anda o processo licitatório para a implantação do serviço de abastecimento de água e esgoto da região interiorana de Campinhos, reivindicação feita pelo seu mandato, que está em fase bastante adiantada de estudos e que tem custo estimado em R$ 200 mil.

“Sabemos que a água potável que chega às torneiras de cada casa é importante para o desenvolvimento e o bem-estar das famílias, da mesma forma que o esgoto tratado também é importante para evitar problemas de saúde pública. Os distritos, como muitos bairros na sede municipal, não têm serviço de abastecimento apropriado e é esta comunidade que, neste momento, merece mais atenção das autoridades”, afirmou, em pronunciamento na Câmara Municipal.

One Response to “Carmelita quer mais água”

Leave a Reply

Taxa do cheque especial aumenta em agosto
 
A taxa média do cheque especial nos bancos em agosto foi de 13,52% ao mês (a.m.), alta de 0,06 ponto percentual em relação ao mês anterior, segundo pesquisa do Procon de São Paulo. A maior alta foi encontrada no Banco do Brasil
 
LEIA MAIS
 
Artista canavieirense se inspira nas belezas naturais de sua terra
Aos 35 anos, quatro dos quais dedicados à arte, Thiago tem despertado a atenção de turistas e nativos pela simplicidade de seus trabalho, com traços e entalhes precisos, retratando animais do bioma Mata Atlântica.
 
LEIA MAIS
Alto Beco do Fuxico festeja seus 30 anos
 
Saudosismo, amizade, cachaça da boa, cerveja bem gelada, mocofato preparado por Danilo, música de todos os gêneros e para atender todos os gostos. Esse foi o combustível que moveu membros da Confraria do Alto Beco do Fuxico, os acadêmicos da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique), além de outros frequentadores do Alto Beco do Fuxico.
 
LEIA MAIS