CIA DA NOTÍCIA

Centro Espírita luz e Paz empossa diretoria

Direção do Centro Espírita Luz e Paz

Direção do Centro Espírita Luz e Paz

Enquanto comemorava os 73 anos de fundação – 16 de agosto –, o Centro Espírita Luz e Paz, elegeu e empossou sua nova diretoria para o biênio 2017/2019. A solenidade foi realizada na sede do Centro, na avenida Amélia Amado, 53, Itabuna, e contou com a presença de frequentadores, dirigentes do Conselho Regional Espírita e instituições espíritas da região.

A nova diretoria é composta por Jairo Santiago – presidente, José Carlos Peixoto – vice-presidente, Paulo Rodrigo Vivas – 1º secretário, Geanderson Amorim Leite – 2º secretário, Dilermano Jorge Melo de Mesquita – 1º tesoureiro, e Cristimeyre de Menezes Gally – 2º tesoureiro. O Conselho Fiscal é formado por Antônio Francisco de Paula Junior, Carlos Alberto Alves de Oliveira e Reginaldo Sales Luz.

Fundado em 16 de agosto de 1944, o Centro Espírita Luz e Paz, se notabilizou ao longo desses 73 anos, pela sua atuação na divulgação e estudo da Doutrina Cristã Espírita e pelos trabalhos assistenciais desenvolvidos junto às pessoas carentes da nossa comunidade, tendo sempre como lema espiritual: “Que esta casa seja o farol a iluminar o caminho para a evolução”.

Leave a Reply

Taxa do cheque especial aumenta em agosto
 
A taxa média do cheque especial nos bancos em agosto foi de 13,52% ao mês (a.m.), alta de 0,06 ponto percentual em relação ao mês anterior, segundo pesquisa do Procon de São Paulo. A maior alta foi encontrada no Banco do Brasil
 
LEIA MAIS
 
Artista canavieirense se inspira nas belezas naturais de sua terra
Aos 35 anos, quatro dos quais dedicados à arte, Thiago tem despertado a atenção de turistas e nativos pela simplicidade de seus trabalho, com traços e entalhes precisos, retratando animais do bioma Mata Atlântica.
 
LEIA MAIS
Alto Beco do Fuxico festeja seus 30 anos
 
Saudosismo, amizade, cachaça da boa, cerveja bem gelada, mocofato preparado por Danilo, música de todos os gêneros e para atender todos os gostos. Esse foi o combustível que moveu membros da Confraria do Alto Beco do Fuxico, os acadêmicos da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique), além de outros frequentadores do Alto Beco do Fuxico.
 
LEIA MAIS