CIA DA NOTÍCIA

Posts Tagged ‘Ferrovia Oeste-Leste’

Porto Sul e as novas oportunidades na região cacaueira da Bahia

“O Porto Sul é a certeza de que meu filho terá as oportunidades que eu não tive por causa da crise do cacau”. Assim a estudante de Serviço Social em Ilhéus, Kaline Viana, 27 anos, resumiu o sentimento de milhares de jovens de todo o sul da Bahia.

Grávida de cinco meses, à espera de um menino, Kaline acredita que seu primeiro filho vai nascer e crescer numa região com novas oportunidades, para que os jovens não precisem emigrar para outras regiões, ou mesmo outros estados, em busca de trabalho.

“O Porto Sul é a chance de uma vida melhor, e temos que nos capacitar para esse novo momento e nos inserir no mercado de trabalho”, disse Kaline, que defende que as empresas que se instalarão no sul da Bahia, além de valorizar a mão de obra local, adotem a política do primeiro emprego para a juventude.

Investimento de R$ 3,5 bilhões do Estado, em parceria com a Bahia Mineração, o Porto Sul está em fase de licenciamento ambiental pelo Ibama. Obtida a licença ambiental, a previsão é de que as obras comecem ainda este ano, com previsão de conclusão para 2014, juntamente com a Ferrovia Oeste-Leste.

Para o diretor do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ilhéus, Dino Rocha, a população tem que apoiar iniciativas que trazem desenvolvimento, como o Porto Sul, pela capacidade de atração de novos empreendimentos e geração de empregos. “Não podemos depender apenas do setor público”.

A prefeitura de Ilhéus, com cerca de seis mil servidores, entre concursados e cargos de confiança, é a maior empregadora da cidade. “O futuro de Ilhéus passa pelo Porto Sul”, destacou Dino.

A presidente do Sindicato dos Comerciários de Ilhéus, Crismélia Mali Moreira da Silva, declarou que o setor emprega cerca de cinco mil pessoas, mas no período de baixa estação o número de demissões é elevado. “O Porto Sul será benéfico para o comércio, porque teremos um aquecimento da economia e movimento durante todo o ano”.

Ela considera fundamental a realização de cursos de qualificação profissional entre comerciários e prestadores de serviço e afirmou que o sindicato pretende estabelecer parcerias com o Sesc, Senac e outras instituições, “capacitando e valorizando a mão de obra regional”.

Read the rest of this entry »

Comissão aprova Ufesba

A deputada Alice Portugal é a relatora do projeto

A Comissão de Educação e Cultura aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (16), a criação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba) através do PL nº 2207/11, de autoria do Executivo. A medida fixa como sede da universidade o município de Itabuna, um dos polos regionais do sul baiano. A Ufesba terá o formato multicampi, com unidades também nas cidades de Porto Seguro e Teixeira de Freitas.

As microrregiões de Ilhéus/Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro possuem uma população de quase quatro milhões de habitantes e abrangem um total de 75 municípios. Atualmente, as universidades públicas instaladas no Sul da Bahia oferecem  4 mil vagas nos 33 cursos de graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc)  e mais 460 vagas nas unidades da Uneb e do IFBA no Extremo Sul.  O projeto acadêmico da Ufesba prevê a formação  de mão de obra nas  categorias profissional e tecnológica que possibilitem a capacitação para projetos como o Porto Sul, a Ferrovia Oeste Leste e as unidades industriais atraídas por esses empreendimentos.

Relatora do projeto que cria a Ufesba, a  deputada federal Alice Portugal (PCdoB) considera que a instituição  trará inúmeros benefícios para a região. “A implantação dessa universidade federal com campi em Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro significará a oportunidade de acesso ao ensino superior para milhares de pessoas, famílias com renda insuficiente para manter seus filhos em universidades públicas federais distantes ou para assumir compromissos com mensalidades em universidades privadas”, afirma.

Carmelita propõe união em torno do Complexo Intermodal

Vereadora Professora Carmelita Ângela

A vereadora Carmelita Ângela, pré-candidata a prefeita pelo Partido dos Trabalhadores, defendeu, nesta terça-feira (10), a união de esforços de cada cidadão e cidadã de Ilhéus e das entidades representativas do município, com o objetivo de garantir e apoiar a execução da maior obra estrutural prevista para acontecer na Bahia nas próximas décadas: o Complexo Intermodal Porto Sul, que tem como principal base o município de Ilhéus.

Ao participar de um encontro com os ministros Paulo Sérgio Passos (Transportes) e Miriam Belchior (Planejamento) e o governador Jaques Wagner, na segunda-feira (9), em Jequié, o presidente da Bamin, José Viveiros, deu a entender que 2014, a mais recente estimativa para a conclusão da obra do Porto Sul, será o prazo derradeiro para a empresa se instalar na região. “Vai complicar se até 2014 isso não acontecer. A partir daí já começa a atrapalhar o nosso projeto”, disse Viveiros.

“Não podemos tirar dos nossos jovens a oportunidade de um novo mercado de trabalho, a chance de um destino diferente. Nem a cidade deve se permitir a se calar diante de uma nova – e forte – vocação econômica”, disse Carmelita, acrescentando que a chegada de novos investimentos é uma oportunidade que se oferece ao futuro de Ilhéus e de toda a região. “O que precisamos e estamos debatendo à exaustão é a necessidade das compensações ambientais e a garantia de que teremos um projeto sustentável”, afirmou.

Pólos de Desenvolvimento

Read the rest of this entry »

Rui pede pressa em obras para a Bahia; Ilhéus também quer

Em reunião no Ministério dos Transportes, em Brasília,  o secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa, pediu ao ministro Paulo Sérgio Passos agilidade nas obras da Via Expressa, da Ferrovia Oeste-Leste e das BRs que cortam a Bahia.

Nesta quinta-feira (29), será a vez do chefe da Casa Civil de Jaques Wagner ouvir a mesma reivindicação do prefeito de Ilhéus, Newton Lima. Lá em Brasília, como em Salvador, o pedido será o mesmo: construção das obras prometidas.

Ilhéus quer a construção da segundo ponte ligando o centro da cidade ao Pontal, quer a duplicação da BR-415, pretende ver a cidade toda pavimentada com os R$ 1 milhão em asfalto prometido por Wagner, que também disse que iria reformar o prédio da Biblioteca, ex-General Osório, e por aí afora.

Bahiagás inaugura sede própria

Nova sede da Bahiagás em Camaçari

A Bahiagás inaugura às 9h30min do próximo dia 3, a sua primeira sede própria, localizada em Camaçari. No local trabalharão cerca de 70 funcionários da Companhia e outros 50 terceirizados das gerências de Operação e Manutenção, Engenharia; Administração e Suprimentos; Segurança, Meio Ambiente e Saúde, além da Diretoria Executiva da Companhia.

A base operacional da Bahiagás foi estrategicamente instalada no Polo Industrial de Camaçari, responsável pelo consumo médio diário de 2.940.619 metros cúbicos, correspondente a 77% de todo o volume comercializado pela Companhia, quarta maior distribuidora de gás natural do país. No local, a Companhia atende 61 clientes de grande porte, como as empresas Oxiteno, Copenor, BSC, Paranapanema, Deten, Ceramus, LQueiroz, EDN, Milenium, além de oito postos de combustível, e o Hospital Geral da cidade. A nova sede tem área total é de 16.400 m², incluindo o Almoxarifado Central, estacionamento e o prédio principal, com 1.606 m² de área construída. O investimento total na obra foi de R$ 1.612.707,81.

Em 2011 a Bahiagás manteve seu posto de maior distribuidora do nordeste e 4ª do país em volume de vendas. O Gás Natural representa hoje 30,8% da matriz industrial e 14,8% da matriz energética da Bahia. A Companhia é a terceira Distribuidora de Gás Natural do Brasil em volume de GN fornecido ao segmento industrial. A sala de controle foi equipada com modernos sistemas de monitoramento, de forma a garantir rígidos padrões de segurança na operação de distribuição do gás natural. Com a nova sede, a Bahiagás se antecipa aos investimentos privados na ampliação das plantas já instaladas no Pólo de Camaçari, preparando-se para suprir a demanda de grandes indústrias que poderão usar o gás natural como insumo ou na co-geração de energia.

Read the rest of this entry »

Moradores e turistas destacam construção de nova ponte em Ilhéus

A nova ponte a ser construída na Baia do Pontal será um importante vetor de desenvolvimento para o turismo, bem como para a economia regional

Por DANIEL THAME

A construção de uma nova ponte em Ilhéus foi recebida com satisfação por moradores, turistas e representantes do comércio e do turismo. No final de dezembro, o Governo da Bahia lançou o edital da contratação da empresa especializada em consultoria para elaboração dos projetos finais de engenharia da obra, que ligará o centro da cidade ao bairro Pontal, entre a praia do Cristo e o Morro de Pernambuco. Além de melhorar o sistema de transito em Ilhéus, a nova ponte vai integrar o Sul e o Extremo Sul da Bahia via litoral, desafogando a Ponte Lomanto Junior, que já não suporta o fluxo atual de veículos.

A obra terá investimentos de R$ 100 milhões, com parte desses recursos incluída na emenda da bancada baiana no Orçamento da União, com 700 metros de extensão por 20 de largura, além de 1.500 metros de vias de acesso, com uma altura de 25 metros em relação ao nível do mar no vão central, para permitir o tráfego de embarcações na Baia do Pontal. A ponte será do tipo estaiada, com cabos de aço que sustentam a estrutura e a previsão é de que as obras comecem no segundo semestre deste ano.

Thiago Alves

Para Thiago Alves, guarda municipal, morador do bairro Teotônio Vilela, “atualmente em alguns momentos do dia fica bastante complicado chegar ou sair da zona sul de Ilhéus o que não acontecerá mais, com essa obra que o Governo da Bahia vai realizar”. Luciano Santos, morador do bairro Barra de Itaípe, afirma que “uma nova ponte vai ajudar a desobstruir o trânsito, facilitando a vida dos ilheenses e principalmente das pessoas que moram na zona sul da cidade”.  “A construção de outra ponte é essencial para as pessoas que residem na parte sul da cidade e que precisam se deslocar todos os dias para o centro da cidade. Moro em Ilhéus há 40 anos e sonho em ver essa nova ponte”, ressalta Clodenildo Ribeiro, fotógrafo, morador do bairro Nelson Costa

Silvio Fabiano, lavador de carro, morador do bairro Malhado, afirma que “a cidade cresceu, o número de carros circulando também aumentou e só com uma nova ponte é que Ilhéus terá condições de ter um trânsito mais organizado e seguro tanto para os ilheenses como para os visitantes”. “Quem trabalha e precisa chegar no horário no trabalho no comércio, os transtornos para chegar até o centro são diários, já que em dias de fluxo intenso e principalmente no verão a viagem costuma demorar mais que o dobro de um dia de trânsito normal”, diz a comerciária Tatiane do Carmo Pitanga, moradora do bairro Pontal.

TURISTAS APROVAM

Os turistas que visitam Ilhéus fazem questão de destacar as belezas naturais e o patrimônio cultural e arquitetônico de Ilhéus, terra mundialmente celebrizada por Jorge Amado, que ali escreveu seu primeiro romance, o País do Carnaval, e que serviu de inspiração para boa parte de sua obra. Antônio Carlos e Vânia Maria Batista, casal que mora Rio de Janeiro, destacam que “Ilhéus é uma cidade muito bonita e que precisa estar preparada para receber os turistas”.

Para Cleide Carvalho Silva dos Santos, de Campo Grande (MS), “a nova ponte vai beneficiar o turismo e trazer mais qualidade de vida à população, pois vai ajudar a diminuir o tempo de espera para atravessá-la e assim o estresse de quem precisa fazer esse trajeto diariamente”.  “Durante o período de alta estação fica ainda mais evidente o quanto uma cidade como Ilhéus precisa de outra ponte. Essa obra é muito importante e servirá de estímulo para que os turistas circulem pela cidade”, diz Ana Maria Fróes, de Goiânia.

Read the rest of this entry »

Vereador apresenta Moção de Apoio ao Porto Sul

Valmir Freitas lê a proposta no plenário da Câmara

O vereador Valmir Freitas (PT) apresentou na Câmara Municipal de Ilhéus uma Moção de Apoio à implantação do Porto Sul e condenou a campanha contrária ao empreendimento. O parlamentar considera o projeto como é um dos mais importantes empreendimentos na área de logística e infra-estrutura da Bahia, com investimentos que chegam a R$ 2,4 bilhões. “O Porto Sul, aliado à Ferrovia Oeste-Leste, já em obras, permitirá que o Sul da Bahia se consolide como um dos grandes pólos de desenvolvimento do estado, capaz de fazer com que a região supere uma crise que já dura duas décadas”, afirma.

De acordo com o vereador, o projeto possibilitará a criação de novas oportunidades, gerando emprego e renda, com benefícios para a população de Ilhéus e cidades vizinhas. “Projeto do Governo da Bahia, com o apoio do Governo Federal, com recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) o Porto Sul conta com o apoio de todos os segmentos da sociedade organizada, que vêem no empreendimento a alternativa mais viável para um novo ciclo de desenvolvimento, evitando a dependência da monocultura do cacau ou de atividades sazonais”, destaca.

Em sua Moção, o vereador ressalta que, para viabilizar a implantação do Porto Sul, o Governo da Bahia, atendendo às determinações do Ibama, está atendendo todos os requisitos necessários à redução dos impactos ambientais, com a adoção das necessárias compensações e a realização de obras de infra-estrutura e projetos de capacitação nas comunidades abrangidas pelo projeto.

“Em função disso, queremos reafirmar o apoio do Poder Legislativo a esse importante empreendimento, ao mesmo tempo em que repudiamos as tentativas de inviabilizar o projeto, que partem de um pequeno grupo, que não representa o desejo da maioria da população e que não demonstra qualquer compromisso com a região”, assinalou  Valmir Freitas em sua Moção.

O vereador afirma que “é preciso saber quais os reais interesses que estão por trás dessa campanha contrária, já que é notório que a implantação de um projeto desse porte no Sul da Bahia não interessa a grandes grupos empresariais do Sul/Sudeste do País.Ilhéus diz sim ao Porto Sul, ao desenvolvimento e às novas oportunidades para sua gente”.

Porto Sul trará competitividade

Garantir à Bahia competitividade na aguerrida disputa entre os estados brasileiros por grandes investimentos é uma dos principais justificativas do governo baiano para tocar o Porto Sul, em Ilhéus. A criação de dois mil empregos na fase de implantação e o soerguimento da combalida economia da região sul do estado, desde a derrocada do cacau, são efeitos colaterais positivos do empreendimento de R$ 2,4 bilhões. Porém, a avaliação governamental, da qual o empresariado compartilha, é de que com o fim inevitável da guerra fiscal, demore ou não, apenas os estados mais preparados logisticamente poderão competir cabeça-a-cabeça pelo capital que vem de fora, ávido por participar do crescimento brasileiro.
 
Em conexão com a Ferrovia Oeste-Leste, o Porto Sul será a ponta de um corredor estratégico para o escoamento de minério, soja, fertilizantes, etanol e cargas nobres como o algodão. No total, serão 66 milhões de toneladas anuais no oitavo ano de operação do porto, vindas também do Centro-oeste do Brasil.

Obras da Fiol são retomadas

As obras da ferrovia Oeste-Leste (FIOL) foram retomadas ao mesmo tempo em que a Valec – Engenharia, Construções e Ferrovias se ajusta ao termo de compromisso firmado, há oito dias, com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Este foi o tema da reunião extraordinária que aconteceu nesta quarta-feira (17), no auditório da secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (SICM), entre a Valec e o consórcio construtor.

“O Ibama fez uma série de exigências no termo de compromisso e estamos montando uma estrutura que nos permita cumpri-las. As exigências são focadas no plano básico ambiental, que foi previamente aprovado pelo Ibama”, diz Neville Barbosa da Silva, superintendente de construções da Valec.

Nos próximos 60 dias, o Ibama fará duas inspeções nas obras para verificar se o plano está sendo cumprido. A primeira inspeção será no 30º dia e a segunda será próxima do segundo mês.

De acordo com Neville, a FIOL é hoje a obra mais importante da Valec. “Ela é a principal sob dois aspectos: o primeiro porque será a única ferrovia da estatal a ter um porto. O transporte de cargas não dependerá de outros modais, o que vai agilizar a logística e reduzir custos. O outro aspecto é a mudança de paradigma no modelo operacional do Brasil que é Norte-Sul. Vamos criar um grande potencial no sentido Oeste-Leste”, explica Neville.

Bahiagás inaugura ETC em Itabuna

A inauguração muda o mapa de desenvolvimento do Sul da Bahia (foto - Antônio Saturnino/arquivo Bahiagás)

A inauguração da primeira Estação de Transferência de Custódia (ETC) de gás natural do interior do estado marca o inicio do Programa de Interiorização do Gás Natural Canalizado da Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás. Aliada a projetos como o Porto Sul e a Ferrovia Oeste-Leste, a ETC, que vai ser inaugurada no dia 28/07, em Itabuna, faz parte do esforço para mudar o mapa do desenvolvimento baiano, favorecendo a migração da indústria para o interior, ao garantir este insumo competitivo.

A Estação é a primeira ligada ao Gasoduto da Integração Sudeste-Nordeste (Gasene), que foi concluído pela Petrobras em março de 2010. A inauguração marca o início do fornecimento de gás canalizado através da rede Bahiagás. Com a ETC, a Companhia vai passar a atender a região sul do estado com capacidade de fornecimento de 500 mil m³/dia de gás natural. Esta primeira etapa atende ao Centro Industrial de Itabuna.

Read the rest of this entry »

Bahiagás apresenta plano de expansão

As vantagens competitivas do gás natural vão tornar a região Sudoeste ainda mais atraente para investimentos. A Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás), quarta maior distribuidora de gás natural do País, prevê iniciar até o final do ano o projeto para fornecimento na região, polo de mineração, comércio e agropecuária. Para falar sobre os planos da companhia e as perspectivas para a região, o diretor presidente da empresa, Davidson Magalhães (foto), apresenta, na próxima quinta-feira (2), às 19 horas, palestra aberta ao público na Câmara de Vereadores, de Vitória da Conquista.

A apresentação é uma oportunidade para se conhecer melhor as vantagens proporcionadas pelo gás natural e como sua presença pode alavancar setores fundamentais da economia da região, como o industrial, automotivo e comercial. “Queremos trazer as perspectivas do gás natural para toda a comunidade e principalmente para os empresários, já que o energético é um fator fundamental de competitividade na atração de novos empreendimentos”, ressalta o presidente da Companhia.

INTERIORIZAÇÃO

A iniciativa integra o plano de interiorização do gás natural na Bahia. O fornecimento para os municípios de Vitória da Conquista, Brumado, Caetité, Jequié, dentre outros, se dará inicialmente através de gasoduto virtual (modal rodoviário). De importância estratégica, a expansão insere a companhia no processo de descentralização econômica do Governo do Estado, com participação integrada em projetos de macrodesenvolvimento para as regiões sul, extremo sul e sudoeste da Bahia, a exemplo do Porto Sul, Ferrovia Oeste-Leste, o Aeroporto Internacional de Ilhéus e a Zona de Processamento de Exportações.

Luiz Argôlo diz que Porto Sul é uma necessidade para a Bahia

Argôlo incorpora luta ao seu mandato

O deputado federal Luiz Argôlo (PP/BA) pretende incorporar a luta em favor do Complexo Intermodal Porto Sul à pauta de ações de seu mandato. O pepista, que faz parte da base de apoio da presidente Dilma Rousseff, é um dos que devem se incorporar a uma frente parlamentar que já se ensaia no Congresso para defender o projeto logístico, que inclui a Ferrovia da Integração Oeste-Leste (Fiol), ligando o Tocantins a Ilhéus, no sul da Bahia, além de um aeroporto internacional e um porto para navios de grande porte.

“Vejo esse projeto como algo que irá levantar uma região que carece de um novo vetor de desenvolvimento”, afirma Argôlo, que apóia a formação de uma frente parlamentar em favor do Complexo Porto Sul. A proposta tem sido cogitada por outros parlamentares e será discutida nas primeiras reuniões da bancada governista na Câmara dos Deputados.

Argôlo afirma não ver nenhuma contradição entre a implantação de um complexo logístico e a preservação do meio ambiente. Para o deputado, o desenvolvimento econômico-social que será gerado pelo projeto justifica o passivo ambiental. “Estou certo de que o Governo Dilma e o Governo da Bahia estão atentos para conciliar essas duas necessidades, que são o crescimento com geração de novas oportunidades e a proteção à natureza”, afirma.

Páginas: 1 2 Próximas
Canavieiras pretende ampliar setor turístico
 
O resgate da atividade turística é uma das metas estabelecidas pelo prefeito Almir Melo para ter o turismo como uma das principais atividades econômicas. Trabalho com essa finalidade está sendo desenvolvido pelo secretário Fernando Volpi e que já produz resultados positivos.
 
LEIA MAIS
 
Livros de graça para todo o mundo. Basta apoiar o projeto
O Prêmio Galinha Pulando começou em 2005, patrocinado pelo seu organizador Valdeck Almeida de Jesus. Até 2009 cada poeta selecionado recebia um livro de graça. A partir daí, ficou muito caro para Valdeck bancar tudo sozinho. Agora em 2014 veio a ideia de pedir ajuda aos autores e a quem puder colaborar comprando antecipado exemplares da antologia poética.
 
LEIA MAIS
Alto Beco do Fuxico festeja seus 30 anos
 
Saudosismo, amizade, cachaça da boa, cerveja bem gelada, mocofato preparado por Danilo, música de todos os gêneros e para atender todos os gostos. Esse foi o combustível que moveu membros da Confraria do Alto Beco do Fuxico, os acadêmicos da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique), além de outros frequentadores do Alto Beco do Fuxico.
 
LEIA MAIS