CIA DA NOTÍCIA

Posts Tagged ‘Pólo Petroquímico de Camaçari’

Mudança de local do Porto Sul é considerada boa

A avalição sobre a mudança foiconsiderada positiva

Deputados integrantes das comissões de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, e Especial do Complexo Intermodal Porto Sul, presididas respectivamente pelas deputadas Ângela Sousa (PSC) e Ivana Bastos (PMDB), reuniram-se nesta quarta-feira (4) para discutir a atual situação do projeto do Intermodal, que inclui a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), e mais um porto e um aeroporto em Ilhéus.

A reunião, ocorrida na Assembleia, contou com as presenças do vice-presidente da Bahia Mineração, Clovis Torres, e do assessor da Secretaria Estadual de Planejamento, Antônio Alberto Valença, além do geólogo João Carlos Cavalcanti, entre outros. No encontro, Valença afirmou que o maior entrave para a implantação do Porto Sul foi resolvido com a transferência do projeto da Ponta da Tulha para a região de Aritaguá.

O posicionamento do assessor, que representava o secretário Zezéu Ribeiro, foi referendado pelos parlamentares, inclusive Eures Ribeiro, do PV. Segundo ele, “não só o Partido Verde, como entidades ambientalistas consideram (a mudança da área) um um gesto nobre do governador Jaques Wagner”.

Ângela Sousa apoiou a proposta apresentada pela deputada Ivana Bastos, de se criar na Assembleia uma frente parlamentar em defesa do Porto Sul e da Fiol. “Esse é um empreendimento da maior importância da Bahia, que se compara, como bem afirmou o Doutor Alberto Valença, à implantação do Polo Petroquímico de Camaçari na década de 70”, declarou Ângela.

Outros deputados estaduais que participaram da reunião foram Augusto Castro (PSDB), Maria Del Carmen (PT) e Cláudia Oliveira (PR). No encontro, todos reafirmaram intenção de se promover audiências nas cidades incluídas na área de influência dos projetos da Fiol e do Porto Sul. As datas dessas audiências ainda serão definidas.

Desenbahia financia cobrança de pedágios

A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) assinou, nesta quinta-feira (14), o primeiro contrato, no valor de R$ 15 milhões, para financiar a operação do Sistema BA-093 da Concessionária Bahia Norte, formada pelas empresas Invepar e Odebrecht Transport, vencedoras do Leilão de Concessão à Iniciativa Privada do Sistema BA-093, realizado pelo governo estadual. O projeto prevê a restauração e duplicação da rodovia que interliga oito municípios da Região Metropolitana de Salvador, e se estende até Entre Rios, totalizando 121,5 quilômetros.

Segundo o presidente da Desenbahia, Luiz Alberto Petitinga, a modernização da BA-093 terá grande impacto econômico porque “este sistema rodoviário interliga pontos logísticos estratégicos, como o Porto de Aratu e o aeroporto de Salvador, com pólos industriais e de desenvolvimento da Bahia como o Centro Industrial de Aratu (CIA), Candeias e Pólo Petroquímico de Camaçari, todos de grande importância para o desenvolvimento econômico do Brasil. Trata-se de um dos principais corredores de circulação e distribuição de produtos e serviços da Bahia”.

O investimento total do projeto, na primeira etapa, soma R$ 401,2 milhões. No decorrer do prazo da concessão de 25 anos será investido R$ 1,7 bilhão. Por intermédio da Desenbahia serão financiados no total R$ 45 milhões, sendo R$ 15 milhões oriundos do Fundo de Desenvolvimento Social e Econômico (Fundese) e R$ 30 milhões do FNE. Por meio do Banco do Nordeste, mais R$ 269,1 milhões e a Bahia Norte entra com recursos próprios, no valor de R$ 86,5 milhões.

Canavieiras pretende ampliar setor turístico
 
O resgate da atividade turística é uma das metas estabelecidas pelo prefeito Almir Melo para ter o turismo como uma das principais atividades econômicas. Trabalho com essa finalidade está sendo desenvolvido pelo secretário Fernando Volpi e que já produz resultados positivos.
 
LEIA MAIS
 
Livros de graça para todo o mundo. Basta apoiar o projeto
O Prêmio Galinha Pulando começou em 2005, patrocinado pelo seu organizador Valdeck Almeida de Jesus. Até 2009 cada poeta selecionado recebia um livro de graça. A partir daí, ficou muito caro para Valdeck bancar tudo sozinho. Agora em 2014 veio a ideia de pedir ajuda aos autores e a quem puder colaborar comprando antecipado exemplares da antologia poética.
 
LEIA MAIS
Alto Beco do Fuxico festeja seus 30 anos
 
Saudosismo, amizade, cachaça da boa, cerveja bem gelada, mocofato preparado por Danilo, música de todos os gêneros e para atender todos os gostos. Esse foi o combustível que moveu membros da Confraria do Alto Beco do Fuxico, os acadêmicos da Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique), além de outros frequentadores do Alto Beco do Fuxico.
 
LEIA MAIS